Segunda-feira, 3 de Maio de 2010

Eu juro que só queria falar da minha bexiga

As saudades que eu já tenho do tempo em que fazia uma viagem de carro sem ter de parar em cada estação de serviço...

Há lá coisa que me irrite mais do que ter de andar sempre a verter águas??! Bem, por acaso até há mas não é para aqui chamado.

Se eu já era michona, nestes último mês essa vertente ficou ainda mais acentuada. Aliás, desconfio que um dia destes a produção vai ser tão intensa que me sai pelos ouvidos ou qualquer coisa do género.

No trabalho, em casa, a coisa ainda passa mais ou menos camuflada, mas fora isso... já é tortura. Aposto que quando o Ken me disse "Vê, lá. Quando tivermos que parar avisa!", nunca imaginou que ia parar a cada duas estações (mais coisa menos coisa) até chegarmos ao desejado destino.

 

Desconfio que nos próximos tempos vou saber recitar sem cábulas, as belas peças literárias que podemos encontrar nas portas dos WC´s deste país. É deveras impressionante o quanto se fazem declarações/ ameaças/ poemas/ promessas/ bonecagens... nas casas de banho públicas. Eu não sei em relação aos outros, mas eu quando lá chego estou tão, mas tão, aflitinha e fico tão, mas tão, aliviadinha que a última coisa que me passa pelo cérebro é dizer o quanto odeio a patarreca da vizinha ou o quanto gosto do Zeca lá de casa. E que dizer das assinaturas com a data por baixo?! Pois... acho que a minha cabeça também não se ia lembrar disso, tal é o meu gosto por visitas a sanitas que não me pertençam, mas seria algo do género:

MaRaFaDiNhA -02/05/2010 - quase que o xixi me saía pelos olhos, mas agora que estou de bexiga vazia, quero deixa a minha marca... já que convém puxar o autoclismo.


É, de facto parecemos os animais a marcar território. Só não se percebe com que objectivo, pois os homens dificilmente lerão as belas declarações e as mulheres pouca importância darão aos elogios das suas camaradas.

 

Enfim, coisas da vida. E agora pensando bem, onde é que eu já vou com a conversa? Era suposto ser um post solidário com as mulheres que

sofrem da bexiga... Oh God!

 

Vou mas é comprar um destes para mim e tratar de estar caladinha. Problema resolvido.

babygadget.net

Sinto-me: vai mais um copinho de água?
redigido por Marafadinha às 14:33
link do post | opinar | opiniões dos marafados (9) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

Mais do mesmo

E pronto! Agora que uma pessoa andava toda feliz da vida, a curtir o dia-a-dia sem ninguém a chatear a cabeça, tinha que aparecer uma virose para me provocar diarreia mental. Bem sei que esta analogia soa a algo muito estranho mas quando uma situação me aborrece profundamente, a minha cabecinha linda não sabe o significado da frase "STOP! AND MOVE ON..." (ou como diria o meu conterrâneo ZéZé Camarinha, "cagate and movate").

 

Quando já tinha ultrapassado o trauma do falecimento do Sr. Canário, eis que chego ao trabalho e dou de caras com a reencarnação do dito cujo. Depois de 5 minutos a olhar de boca aberta para a gaiola com o novo inquilino  (qual clone do falecido), ouço uma vozinha de fundo "MaRaFaDiNhA, está aqui um novo passarinho que a sua colega mandou trazer. Disse que era para você não estranhar. De certo já estava habituada ao outro..."

Contra factos não há argumentos. Era só mais esta que eu precisava! Decidi não contestar pois vá lá uma pessoa explicar que não se substitui gente morta de um dia para o outro e que o mesmo devia acontecer com os animais, já para não falar do facto que eu não precisava de mais isto para me preocupar. Já tenho família, casa, gatos, Ken, gravidez e sogra com que me ocupar. Enfim....

 

E eis que o ponto da sogra me leva à outra virose que se apoderou do meu equilibrio emocional.

A gravidez de alguém leva quase sempre à aproximação dos seus membros, se bem que no meu caso as aproximações em demasia costumam dar asneira. E agora como é que eu explico que não preciso de companhia para uma certa situação?! Aliás, como é que eu explico que há coisas para as quais nós não nos devemos oferecer, pois se os outros quiserem a nossa intervenção, pedem???!!!!

 

Só sei que não preciso da ajuda do Prof. Caramba, Quirimba ou o raio, para adivinhar tempos difíceis num futuro próximo.

Oh God...

 

  

Sinto-me: com a mosca
redigido por Marafadinha às 09:52
link do post | opinar | opiniões dos marafados (7) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Haja alegria

É uma festa pegada ter conversas destas logo pela manhã:

  

 *

- Minha menina, ontem fiquei a dever ali 5 "Oiros", mas hoje já trouxe 20 "Oiros" para pagar a "diveda".

- Isto é um problema Sr. José. O dinheiro vale OIRO. 

- É sim "senhoira". (pausa)

  Já agora, a menina acha que me podem medir a "atenção" ?

 

 

*

- Olhe, eles punham-me aqui a "gaize" na perna e era umas dores (...) o "peinso" ficou aqui mas eu "num maguentava" .

 

alegria todo o dia

 

 

redigido por Marafadinha às 09:39
link do post | opinar | opiniões dos marafados (5) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Ai sim? Então toma lá!

Já que nunca se sabe quem passa por aqui, mais vale aproveitar este espaço e enviar uns recadinhos. Quem sabe, poderão vir a chegar junto do destinatário.

 

Assim, à besta ambulante que esta madrugada decidiu apitar a sua viatura como se estivesse à beira de uma necrose do miocárdio (antes fosse, pois foi a pensar no seu socorro que tirei o rabiosque da caminha), em plena avenida no centro da cidade, venho informar-lhe que poderá vir a sofrer de diarreia crónica nas próximas semanas.

Tal situação, deve-se ao facto de me ter provocado uma insónia que durou até à hora em que o despertador, ignorando a minha agonia, me obrigou a sair do leito e seguir para o trabalho sem ter conseguido fechar a pestana em condições.Pode crer que enquanto dei voltas e voltas na cama, lhe chamei todos os nomes possíveis e imaginários e, qual bruxa de bosque assombrado, lhe roguei as pragas mais alucinantes que existem à face da comédia.

Mas não pense que lhe desejo mal. Não, senhora. O que eu peço é que junto com a diarreia, saiam os neurónios que estão aí a chocalhar e que estarão na origem de tamanha estupidez.

 

                   Lá dizia Oscar Wilde, "não há nenhum pecado, excepto a estupidez"

 

From MaRaFaDiNhA,

with Love

 

PS- Quando estiver agarrado à sanita, lembre-se de mim. É que eu sei bem o que é isso...

 

 

acompanhamento musical: Losing my Religion . R.E.M.
redigido por Marafadinha às 09:08
link do post | opinar | opiniões dos marafados (9) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

O ídolo das mulheres: língua afiada

Nunca acompanhei a sério o programa Ídolos, apesar de (inevitavelmente) saber mais ou menos quem foram os concorrentes e já ter ouvido uma ou outra performance dos ditos.

Não é necessário mencionar o que acho destes programas pois é a minha opinião e gostos não se discutem. Só que não posso deixar de achar curioso que as pessoas comentem os concorrentes como o fazem com o vizinho do lado (fruto daquela famosa dor de cotovelo que ataca o ser humano sempre que observa a galinha da vizinha), esquecendo por completo que estas pessoas estão alí para ser avaliadas pela voz e capacidade de entretenimento e não pelas horas a que frequentam a casa de banho.

Há pouco, enquanto tomava o pequeno almoço, uma mesa de "senhoras" comentava a final de ontem à noite. Fiquei a saber que venceu o rapaz mas, a julgar pelo que ouvi, chego à conclusão que não foi por cantar como um rouxinol mas por ser... homem. É que as senhoras não teceram uma observação digna à capacidade vocal da criatura, mas desfiaram um rol de críticas ignorantes à vencida: "é vaidosa; a produção estava sempre a cuidar dela, com penteados, roupa....; é prima/sobrinha/afilhada do tal e da tal..."

O mulherio na sua infima sabedoria e capacidade de solidariedade com o seu género!

Não conhecem a rapariga de lado nenhum mas é como se soubessem cada traço da sua personalidade; não se lembram que o facto de ser mulher facilita mudanças de visual que aos homens são sempre complicadas (a não ser que o quisessem ver vestido de Cher); e, claro, os filhos/sobrinhos/enteados de alguém conhecido não têm direito a ter talento por isso metam uma rolha e resignem-se ao Singstar da Playstation.

E é assim que se escolhem vencedores e vencidos. Pela dor de cotovelo; pelo bairrismo exacerbado; pela necessidade de criticar; pela imagem; pelo sexo; pela azia generalizada que nos caracteriza.

E ainda se admiram que exista descriminação sexual nos dias que correm? Pois se nós somos as primeiras a dar a facadinha...

Sinto-me: júri
redigido por Marafadinha às 10:54
link do post | opinar | opiniões dos marafados (7) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

Irra!

Já vos aconteceu conhecer melhor uma pessoa e perceber que é uma verdadeira pain in the ass, daquelas que nos faz questionar onde estávamos com a cabeça quando lhe demos o nosso número de telefone particular, o contacto do messenger and so on?

Daquelas pessoas que só pensam em trabalho e acham que os outros têm de ser assim também?

Pois....

E agora o que é que eu faço?

 

&%#$"%$"$##"

Sinto-me: à beira do colapso nervoso
redigido por Marafadinha às 13:21
link do post | opinar | opiniões dos marafados (11) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

At the hospital...

Decidi dedicar um post ao meu recente estado de saúde, que já conheceu dias melhores (RELAX, não é gripe A).

Será que toda a gente fica como eu, sem paciência nenhuma e com os nervos à flor da pele?! É que não há pachorra para nada.

E a minha curta (thank god) estadia pelo hospital?! Uuuuuuuui.

Será que alguém já alguma vez pensou que se uma pessoa está lá, é porque não deve estar muito bem de saúde?! Então porque carga de água é que as auxiliares fazem um basqueiro insuportável, a hora das visitas atinge níveis de sonoridade piores que o mercado do peixe, os médicos estão-se a borrifar para as agonias e as enfermeiras mais jovens têm a mania que os cágados voam?! (sim querida enfermeira júnior, a menina que passeava para cá e para lá com uns brincos do tamanho de uma âncora que faziam um barulhinho insuportável... ainda tenho pesadelos com a menina).

Coitadinho de quem está doente.

Sinto-me:
redigido por Marafadinha às 09:30
link do post | opinar | opiniões dos marafados (7) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009

Stupid things about people III

Alguém me explica com calma e devagarinho (pois nestas coisas eu sou muuuito lenta) qual é a razão pela qual as pessoas vão para o cinema pôr a conversa em dia ?!!!

Ora a crise é assim tanta que não dá para esperar pela hora do cafezinho? Desculpem lá, ó gente conversadora, mas há quem goste de ouvir os trailers dos outros filmes (let´s look at the trailler, get it?) e quem deteste assistir a um filme com banda sonora extra (para isso levava a minha avó comigo e estava o problema resolvido).

 

E a razão pela qual não se desligam os telemóveis??!! Hum? Ainda que há década e meia não soubessemos o que isso era, hoje somos "Telefonodependentes". 

E há ainda quem atenda chamadas a meio do filme e grite: "Estou no cinema!", como se a pessoa do outro lado tivesse alguma culpa da burrice alheia. Dah?! Não era mais fácil DESLIGAR A PORRA DO TELEFONE ou NÃO ATENDER?!

 

Intitulem-me de MaRaFaDa, mas um pouco de educação nunca fez mal a ninguém.

Call me a Bitch, mas há gente muito burrinha neste país.

Sinto-me: com a mosca
redigido por Marafadinha às 08:14
link do post | opinar | opiniões dos marafados (15) | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

Stupid things about people

Como é interessante quando percebemos que alguém não nos grama  nem à lei da bala, mas não faz mal pois da nossa parte também não vamos lá.

Como é curioso verificar a quantidade de relações cordiais que mantemos em prol dos bons costumes quando, no fundo, só apetecia saltar para a espinha daquela pessoa e deixá-la com menos fios de cabelo.

Como é vergonhoso o cinismo de que somos capazes, mas sempre é uma forma de se evitar mais guerras.  

 Mas o que eu abomino verdadeiramente é que se mostrem muito preocupados com o meu bem estar quando, na verdade, tanto se lhes dá se estou cheia de vida ou com uma tremenda diarreia. É que não há necessidade. Não se pode agradar a gregos e troianos, ponto final. Ou se gosta ou não se suporta e basta sermos educados que tudo tenderá a correr bem. Qual é então o propósito de se querer simular relacionamentos e sentimentos que não existem?

 

É por estas e por outras que eu sou MaRaFaDa por natureza.

 

Sinto-me: a presisar de uma pausa
redigido por Marafadinha às 14:27
link do post | opinar | opiniões dos marafados (10) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Modernices

Estive aqui a pensar... a pensar (sim, às vezes também penso) e cheguei à conclusão que alguém devia fazer um estudo sobre a razão pela qual as pessoas tossem sempre que entram num local onde não está ninguém à vista, mas querem que se note que chegaram.

 Isto geralmente acontece em consultórios, recepções, estabelecimentos comerciais e afins. Já não se bate à porta,nem se pergunta se está alguém e muito menos se espera pacientemente que apareça alguma figurinha para nos receber. Não! Agora vá de tossir como se estivessem à beira da morte por estrangulamento. Pior, também se utiliza o belo do narizinho e toca a fungar (adoro esta palavra) haja ou não muco à porta. 

Que é feito do " Ó da casa!" ou o célebre bater de palmas????  Não percebo.

Outra que também devia ser motivo de tese, ao menos tem mais pinta. Nos hospitais do Norte, a juventude da 3ª idade (Deus permita que eu também lá chegue e já agora toda enxutinha) ainda pede ajuda à boa maneira de outros tempos "Há que de Rei, Há que de Rei". Ahhh que maravilha. É fechar os olhos e imaginarmo-nos no tempo de D. Afonso Henriques, com aqueles longos vestidos e as mamocas semi espalmadas... 

 

   

Sinto-me:
redigido por Marafadinha às 08:28
link do post | opinar | opiniões dos marafados (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Marafadices recentes

. Eu juro que só queria fal...

. Mais do mesmo

. Haja alegria

. Ai sim? Então toma lá!

. O ídolo das mulheres: lín...

. Irra!

. At the hospital...

. Stupid things about peopl...

. Stupid things about peopl...

. Modernices

.Caixinha das MaRaFaDiCeS

. Janeiro 2013

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.tags

. todas as tags

.Visitas Marafadas

Real Estate
Contador gratuito

.Marafados Online

blogs SAPO

.subscrever feeds