Terça-feira, 24 de Março de 2009

Quero um carteiro Paulo na minha rua

Os tempos mudam, a escolaridade mínima obrigatória aumenta, escrevem-se livros de etiqueta, mas os empregados de certos serviços (muitos dessa bela instituição que se designa por Estado) continuam a ser um mimo de boa educação e competência.

Eu entro em completo delírio quando sei que tenho de me deslocar a esse belo local onde compramos selos, levantamos encomendas e afins, cujo nome parece uma marca de um produto altamente tóxico usado para matar baratas: CTT!

Sim, deslocar-se a uma estação desta empresa é o mesmo que ir a um spa. A experiência pode ser altamente aliviadora para quem sofre de stress, pois por muito que apeteça desatar aos palavrões e à estalada com toda a gente, não temos outro remédio que o de engolir em seco e respirar fundo. É uma verdadeira terapia de choque!

Eu até imagino como aquilo deve funcionar.

Chegam ao trabalho e são borrifados com um spray anti simpatia, passam por uma porta que os põe com cara de poucos amigos e... Voliá... estão prontos para atender o povo.

Depois vem a questão do tempo que se leva a fazer as coisas. É assim algo entre o devagar e o devagarinho. Aliás, a explicação para isto é que um dos pré-requisitos é ser capaz de correr atrás de um caracol (o professor deve ter sido um Alentejano que eu cá conheço...).

Claro que há excepções, mas a verdade seja dita: são verdadeiras aves raras! Tão raras que alguém devia fazer um programa de TV sobre elas.

Que tal um Big Brother com um misto de funcionários dos CTT, das Finanças, das Conservatórias, das Câmaras...?

 

Ai que saudades dos senhores carteiros de antigamente... esses ao menos eram um pouco cusquinhos mas muito mimosos. Eram assim como o carteiro Paulo, lembram-se?

                                 

 

Sinto-me:
redigido por Marafadinha às 14:33
link do post | opinar | favorito
|
4 marafadices:
De claudia a 25 de Março de 2009 às 10:33
Como concordo contigo: http :/ semchave.blogs.sapo.pt 2910.html

Mas quanto ao carteiro paulo depois de ouvir a musica e os mesmos episódios over and over .... como só os miúdos podem ter interesse... sinceramente! Já nem a ele acho piada!

Adorei o "mata baratas - CTT".
De Marafadinha a 25 de Março de 2009 às 15:00
Ohhh mas o senhor até traz um gatinho atrelado e tudo... LOL

Bem, eu só sei é que até o Noddy vestido de carteiro e a cantarolar aquela super música, tinha mais piada que uns certos senhores que eu tenho que aturar de vez em quando.

De costela de adão a 25 de Março de 2009 às 14:17
Por motivos profissionais lido com funcionários públicos em diversos serviços. Vejo um pouco daquilo a que chamamos funcionalismo público no seu melhor, atendimento medíocre, burocracia, explicações atravessadas e mal dadas a quem não tem obrigação de perceber do que falam e está lá para que lhes expliquem. Mas felizmente, também encontro pessoas capazes, disponíveis, simpáticas, que até atendem depois da hora de fecho. Mas como em tudo na vida, depende do que nos calha na rifa.
De Marafadinha a 25 de Março de 2009 às 15:01
Então eu está provado. EU não tenho sorte nenhuma ao jogo. GRRRRRRRRRRRR!

Opiniar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Marafadices recentes

. the comeback 2

. Companheirismo feminino

. Mais uma ausência, mais u...

. O verdadeiro efeito "Axe"

. "conversa da treta"

. Mariquices

. Eu juro que só queria fal...

. Mais do mesmo

. Ai as neuras dela

. Ora bolas, Sr. Canário

.Caixinha das MaRaFaDiCeS

. Janeiro 2013

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.tags

. todas as tags

.Visitas Marafadas

Real Estate
Contador gratuito

.Marafados Online

blogs SAPO

.subscrever feeds