Quarta-feira, 15 de Julho de 2009

Pré adolescentes e sexo. Combina?

Não posso deixar de comentar a reportagem da SIC, do passado Domingo à noite, sobre mães adolescentes.

O tema não constitui novidade nenhuma, pois desde a minha adolescência que me recordo de, esporadicamente, haver alguém conhecido, vizinho ou sei lá o quê, que acabava por se meter numa grande embrulhada (pensava eu), deixar a escola (ainda que já não fosse grande aluna) e nunca mais se sabia nada da mesma.

Aquilo que me espanta não é uma gravidez aos 16/ 18 anos, pois nem todos temos os mesmos pilares educacionais e familiares que nos permita pensar na vida para além do momento presente. O que me choca é que haja miúdas a engravidar com 12 anos!!!

My GOD! Com 12 anos eu ainda brincava com bonecas e pensava em jogar ao elástico. Claro que tinha os namoricos da época (e devo confessar que até era namoradeira) mas que namoros tão inocentinhos... é que a infantilidade estava mais presente até tarde e certas coisas nem nos vinham à cabeça. A partir dos 14/15 já se despertava mais para a sexualidade mas daí a fazer algo mais que uns valentes apalpões ía uma grande distância; só o medo que os pais descobrissem era motivo suficiente para reprimir todo e qualquer esquentamento que pudesse surgir.

No caso desta adolescente o mais alarmente é que o suposto pai do bebé tem mais dez anos, o que implicaria ter conhecimentos de causa que o impedissem de se meter em aventuras deste género, já para não falar do facto de se tratar de um caso que cabe na manchete "pedofilia".

Independentemente da idade, são relações condenadas e os jovens papás acabam por seguir o seu caminho sem grandes precalços. Por seu lado, as jovens mamãs duplicam o trabalho das suas próprias mães e irão perceber, ainda que mais tarde, que afinal ter um filho mas querer namorar e fazer tudo o que uma adolescente normal faz, não é assim tão fácil. 

Resumindo, e sem me querer armar em puritana, acho que há um tempo para tudo. Sexo é bom e saudável, faz parte da condição humana... mas aos 12 anos não combina?!?!?!

Nota: como transmitir estas questões aos filhos que hão-de vir? 

 

Sinto-me: aberta ao diálogo
acompanhamento musical: Promiscuous girl
redigido por Marafadinha às 10:05
link do post | opinar | favorito
|
8 marafadices:
De badmary a 15 de Julho de 2009 às 11:33
Olá!
Concordo ctg e tb me faz muita confusão estas situações, principalmente pq a maioria delas são fruto de total desconhecimento e de muitos mitos (e.g. da primeira vez ninguém engravida e coisas que o valha).
A idade de inicio da vida sexual tem vindo a baixar nos últimos anos e isso é sem dúvida um bocado assustador. Penso que é uma questão que deve ser reflectida por quem tem responsabilidades na educação de gerações, mas se calhar a simples proibição já não vai ser suficiente.
De Marafadinha a 15 de Julho de 2009 às 14:09
Hello!

Pois, é exactamente uma questão com a qual vamos ter de lidar daqui a algum tempo. E não vai ser nada fácil...
Ai os mito... parece mentira não?!

;)
De costela de adão a 15 de Julho de 2009 às 22:34
Também vi parte da reportagem, também pensei quem é o indivíduo de 22 anos que tem relações sexuais com uma criança de 12, também me indignei. E depois pensei? Serei puritana, preconceituosa? Nada disso, cada coisa a seu tempo e no seu lugar. O que me faz mais impressão é que hoje em dia os jovens iniciam tudo mais cedo (coisas de gente crescida, diriam os mais velhos :-)) e com muito menos maturidade para tal. A miúda até dizia que estava contente porque sempre quis um filho do António, mas olhe-se a contradição: não se sente mãe, mas mais irmã dele...Aquela cabecinha está toda virada...
De Marafadinha a 16 de Julho de 2009 às 08:09
Pois claro, com aquela idade o que se espera.
Mas os pais também têm a obrigação de esclarecer os filhos a nível sexual.

;)
De claudia a 16 de Julho de 2009 às 11:57
N vi a reportagem... mas tb n é nada de novo. Tenho 2 filhos e apesar de ainda longe destas tentações da carne realmente é para pensar 2 vezes no q o futuro espera. No meu tempo, como dizes, o medo dos pais era o suficiente... Eu até percebo q cresçam + depressa, c o acesso precoce a tudo e a qtd de tempo sozinhos ou nos colégios, só me entristece q a única coisa q n cresça seja a maturidade. É q no tempo da minha avó era normal ter filhos aos 14/16, mas já eram homenzitos e mulherzitas. Agora estão aina muito longe disso. Aliás há mts q aos 20s ainda s autênticos pitecos.
De Marafadinha a 16 de Julho de 2009 às 14:16
Ora aí está uma bela verdade. Com 20, 30 ...
Dá que pensar quando olhas para os rebentos não?!
Coragem!

;)

**
De Sandy a 16 de Julho de 2009 às 18:38
Realmente.. Para começar, aos 12 anos são muito novas ainda! Depois os jovens pais sabem perfeitamente o que estão a fazer até porque costumam ser bem mais velhos! Deviam no minimo ser castigados... E hoje há tanta informação! Há coisas que acho que não fazem sentido nenhum... Mas enfim
De Marafadinha a 17 de Julho de 2009 às 08:09
É verdade. Nos dias de hoje uma pessoa ainda assiste a cada coisa...
Será que daqui a 15 anos ainda temos realidades destas? A ver vamos...

Opiniar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Marafadices recentes

. the comeback 2

. Companheirismo feminino

. Mais uma ausência, mais u...

. O verdadeiro efeito "Axe"

. "conversa da treta"

. Mariquices

. Eu juro que só queria fal...

. Mais do mesmo

. Ai as neuras dela

. Ora bolas, Sr. Canário

.Caixinha das MaRaFaDiCeS

. Janeiro 2013

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.tags

. todas as tags

.Visitas Marafadas

Real Estate
Contador gratuito

.Marafados Online

blogs SAPO

.subscrever feeds