Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

Eu e o 2009...

imagem

 

... 2010, me aguarde.

Boas Entradas!!

 

(não sou loura nem uso trança, mas foi o mais parecido com as caretas que costuma fazer )

Sinto-me: venha daí a festarola!
redigido por Marafadinha às 11:56
link do post | opinar | opiniões dos marafados (9) | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

Oh mãe

Para encerrar o ano em grande, pensei em escrever umas palavras à minha mãe. Há quem faça reclamações junto do Pai Natal, do Primeiro Ministro, no Centro de Saúde, pois eu decidi reclamar com a minha mãe uma série de coisas que me estão aqui entaladas.

Gostava eu de saber qual o motivo que a levou a nunca me contar que a despensa lá de casa não se enchia por artes mágicas; que a roupa suja não deslizava para dentro da máquina de lavar; que a secadora não passava logo a roupa a ferro; que os homens não vão na cantiga de comer qualquer coisinha rápida só porque não apetece fazer jantar (esquisitinhos); que o pó tem vontade própria (tal e qual um conto do Stephen King)...

Não há direito!

Uma pessoa junta os trapinhos a pensar que o amor e a cabana fazem milagres e depois... voilá... há uma série de parêntises. Acabam os dias de ócio, do dolce fare niente, próprio de quem vive em casa dos pais e tem a sorte de ter uma mãezona que trata de tudo. Não é que não fizesse nada e fosse um corpo de palha (como diz o meu pai), mas os pormenores acima detalhados conseguiam passar completamente ao lado (os maganos).

Sei lá... é duro  sair tarde do trabalho, estar naquela (complexa) altura do mês, ansiosa por chegar a casa e estender o corpinho no belo do sofá e, afinal, ainda ter que passar pelo supermercado, lavandaria and so on e acabar a carregar tudo sozinha feita mula. Eu sei, eu sei --- e ainda não vieram os filhos! 

 

 

Oh mãe, podias ter sido só um bocadinho mais dura, mas um Ambrósio como presente de Natal também ajudava. 

 

 

Sinto-me: Welcome to the real world.
acompanhamento musical: Crazy -Gnarls Barkley
redigido por Marafadinha às 08:57
link do post | opinar | opiniões dos marafados (23) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

Balanço anual

E pronto!

O Natal é assim como a festa de um casamento. Leva uma eternidade a preparar, muito stress, muita ansiedade e num ápice, puf, já passou. Ficamos com toneladas de lixo, desperdícios de comida, a casa por arrumar e, para gente gulosa como eu, com mais alguns centímetros laterais que vão levar uma eternidade a diminuir (sim, tirar bolo rei de chocolate das nádegas não é tarefa fácil).

Para além disto, desconfio que muita gente que conheço leu o post sobre as sms de Natal e aí está a explicação para me brindarem com um belo... silêncio! Assim passei por mal agradecida e ainda me devem ter fulminado em pensamentos. E eu a pensar que as empanadilhas é que me tinham feito mal...

 

Eis que chegou a altura de fazer o balanço de mais um ano e pensar no próximo.

O ano que passou foi assim.... assim.... atribuladinho. Não vou dizer que foi maravilhoso (que faltou ganhar o Euromilhões para isso) mas também não foi mau. Mas como eu não consigo participar na tradição de engolir as 12 passas ao som das 12 badaladas (já tentei por diversas vezes mas não é um espectáculo bonito de se ver) mais vale pensar já nos votos para 2010. Saudinha e Paz fica para as misses e para as avós. O que eu quero mesmo é um carro novo (há que fazer os tais kms em grande estilo), um aumento (já ando a dar graxa ao patrão há tempo que chegue), aumentar a família (antes que isto fique tudo pendido e depois não há meio de salvar a espécie) e ganhar o Euromilhões (já que esta semana faltou um bocadinho assim ___). Será pedir muito?  

 

Nota de rodapé:

Nunca, mas NUNCA digam a alguém que não precisa oferecer-vos nada e tal e coiso se não é de facto a vossa intenção. É que depois a pessoa não oferece mesmo e vocês ficam como eu:

"Mas... mas.... eu não te comprei nada. Tu disseste que não querias." 

Pois...

 

 

Sinto-me: abusadinha
redigido por Marafadinha às 11:04
link do post | opinar | opiniões dos marafados (13) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

O Destaque

Em destaque??? Je???

Meu Deus, o tempo anda mesmo marado.

Obrigadinha oh Pai Natal! (desculpa lá SAPO mas isto é coisa do velhote das barbas).

Agora o melhor é começar a ter tento na ponta dos dedos e mais juízo na cabecinha, pois nunca se sabe quem passa por cá.

 

voltem sempre!!

 

Sinto-me: envergonhadissima
redigido por Marafadinha às 21:09
link do post | opinar | opiniões dos marafados (26) | favorito
|

Mensagem de Natal

Ahhhhh, o Natal... Essa bela época de amor, luz, correria e bancarrota.

Cada ano que passa a iluminação e as decorações antecipam-se um dia, o que significa que daqui a uns anitos começamos a espalhar bolinhas, laços, renas e luzes por volta do fim de Agosto. Seguindo esta tendência, estão os já tão populares sms de natal. Pois é, ainda estamos a 23 e ontem, por esta hora, eu já tinha recebido cerca de dez mensagens a desejar Feliz Natal e blá blá blá. Ou seja, seguindo o raciocínio anterior, daqui a uns anitos juntamos os votos de Natal com os da Páscoa.

Independemente de tudo isto, que até compreendo que haja gente muito organizadinha e que se antecipa a tudo, o que me faz um bocadinho de urticária é que oito das dez sms que recebi, sejam exactamente uma cópia integral das anteriores. Mau!! Mas há alguém a vender sms no Continente ou os CTT é que andam a colocá-las na caixa do correio?!

Meus amigos, se alguém vos envia uma mensagem muito rebuscada e natalícia (anda tudo muito erudito é um facto), lembre-se que a probabilidade de essas pessoas a terem enviado também a outros é de 100%. Logo, os amigos que tiverem em comum estão....desgraçados. 

Chego assim à óbvia conclusão que desgraçadinhos estão ainda mais os meus amigos, que não recebem mais do que um básico "Feliz Natal e muitas prendinhas". Temos pena, mas não me lembro da conversa da paz, saúde e amor. Só vejo embrulhos à frente dos olhos e mais nada.

 

Um Feliz Natal e muitas prendinhas!!!

 

 

Sinto-me:
acompanhamento musical: Jingle Bells
redigido por Marafadinha às 11:24
link do post | opinar | opiniões dos marafados (13) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Sim eu sei... parte II

A pedido de muito boa gente, que eu desconfio que me quer ver nas ruas da amargura, vou partilhar a mais recente calinada que saiu deste cérebro em desespero (mas aviso já que isto não é normal e eu estou é muito cansadinha).

 

Domingo de manhã (que é como quem diz, ao meio dia),  este casalinho de pombos decide sair de casa para tomar o pequeno almoço num local especial.

Ao entrar no carro (ainda meio ensonada, NOTE-SE), apenas ouço este bocadinho de conversa da locutora  da Rádio Comercial:

                   "...e assim já pode ouvir o Noddy a dizer o nome dos seus filhos".

MaRaFaDiNhA: O Noddy tem filhos?!?!?!?!

Ken:

 

Escusado será dizer que eu percebi de imediato a asneira que proferi. Estavam a falar de uma gravação para crianças, onde o Noddy diz o nome que se pretender, ou seja o nome dos NOSSOS filhos. (eu ainda estava meio ensonada e apanhei a conversa a meio, tá?)

 

Desconfio que por esta altura, o Ken questionou o motivo pelo qual se ficou por uma boneca de trapos quando, pela mesma dose de cérebro, podia ter ficado com a Barbie. Ainda assim, depois de dez minutos em que eu ri e corei , ri e corei, ri e corei e chorei. Ainda rematou:

 

Ken: É suposto o Noddy ser uma criança. Como é que podia ter filhos?!

MaRaFaDiNhA: Olha, o Ruca também já tem não sei quantos anos e ainda é careca!!!

 

Eu juro que se isto continuar assim...

 

Sinto-me: raios parta o Noddy
acompanhamento musical: Barbie girl
redigido por Marafadinha às 09:07
link do post | opinar | opiniões dos marafados (14) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Sim eu sei....

  

Sei que está na altura de ir ao oftalmologista quando...

    MaRaFaDiNhA: xiiiii, está tanto frio que aquele monte ali à frente está com gelo no topo!

    Ken: Aquilo não é um monte mor, é o toldo da lavagem automática.

    MaRaFaDiNhA:

                               (ao longe parecia mesmo o topo de um monte/ de uma serra/ do raio que parta)

 

 

Sei que estou prestes a detestar o Natal quando...

    ...ouço pela milésima vez a versão natalícia da música do Pingo Doce (não chegava a cantarolice anterior? E ainda há quem reclame da Popota...)

 

 

Sei que este retoque no cabelo não foi lá grande ideia quando....

    .... ao acordar me olho ao espelho e desconfio que a minha genética capilar está   relacionada com a do TinTin. 

 

 

Sei que já fui mais inteligente quando...

MaRaFaDiNhA: Mas esse Nabeiro dos cafés é alguma coisa ao advogado?!

Ken: O advogado é o NABAIS!

MaRaFaDiNhA: Ah pois é! hihihihi! (ups!)

 

 

Sei que estou a ficar esquisita quando...

   ... prefiro que me ofereçam um par de meias a (mais uma) caixa de Ferrero Rocher.

 

Sinto-me: crominha até mais não
acompanhamento musical: sim eu sei, que tudo são recordações, tralala-lalalal...lala
redigido por Marafadinha às 08:21
link do post | opinar | opiniões dos marafados (27) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Carta à "Madame"

Excertos de carta que recebi hoje no local de trabalho:

(atenção, pessoas mais sensíveis, nomeadamente prof. de Português, é favor mudar de blogue)

 

"Madame,

 

  Aqui mando as fotocopias que me forão embiadas pelo (...) a onde me pedem a prova du tiquete bancário (...)

  Se for possível de meter o nome de um medico que a curava. Pur se não vão outra vez faser complicação eu ja sei como sao etes sinhores (...)

 (...)  eu vos pagarei puque teinho que ir ai (...)  

 Adeus ate a volta do correio, não é presiso (...)"

 

Difícil, difícil foi captar o raciocínio da coisa e entender a mensagem na perfeição.

 

E agora, será que na carta de resposta devo começar com:

 

     Querida ......,  Querido ........, então que tal?

     Nós cá vamos do jeito que Deus quer

     Entre cartas que não dão trabalho algum, lá vem uma que nos dá mais que fazer...."

 

Sinto-me:
acompanhamento musical: Postal dos Correios
redigido por Marafadinha às 13:35
link do post | opinar | opiniões dos marafados (9) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

I Knew it!!

Eu sabia!!

 

Bem me parecia que o jeitoso do Banco me deitava um olhinho, mas não estava à espera de tamanho piscar de olho quando voltei a passar por ele e lhe agradeci a ajuda que me havia prestado momentos antes...

Vá! Venham lá criticar!? Eu não me esqueci que sou uma mulher "casada" e isto não quer dizer que eu não esteja satisfeita da vida com o meu Ken. Não me venham com falsos moralismos que uma mulher até gosta de perceber que, apesar da sua condição, ainda "está podendo" (ainda para mais quando o sujeito em questão não é nada de deitar fora).

 

Adiante.

 

Após este momento Kit Kat em que me sinto uma fêmea linda e maravilhosa, regresso ao trabalho e volto à dura realidade dos últimas dias. E pronto, cá vou eu falar do maravilhoso mundo dos pelos encravados.

Eu sabia! Eu sabia que esta teoria de "vais ver que tenho aqui uma cera nova que é um espectáculo", ia acabar em desgraça.

Sim! É realmente um espectáculo o estado em que a minha "pachachinha" se encontra. Sem dúvida.    

 

E assim alternei do estado eufórico de fêmea com o cio, para a fase de fêmea enjaulada.

 

                                                               acho que logo à noite vou trocar a lingerie por uma burca.

Sinto-me:
redigido por Marafadinha às 10:11
link do post | opinar | opiniões dos marafados (14) | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Oh My God!

E pensava eu que por cá era mau...

 

 

 

 

 

 

Sinto-me: "ídola"
redigido por Marafadinha às 19:45
link do post | opinar | opiniões dos marafados (8) | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Fama = Divindade

Se juntarmos as idas ao cabeleireiro, ao café, aos consultórios médicos, aos programas da treta, à cusquice saloia, pode-se afirmar que é difícil não sabermos quem é quem nesta coisa do Jet 7 português (vá-se lá perceber a nomenclatura). Isso mesmo, falo daquele grupo de pessoas que de famosos pouco têm, que a maioria nem se percebe de onde surgiram mas que o povo insiste em valorizar (já alguém reparou que os que têm motivos para serem reconhecidos, pouco aparecem?).

Cada um faz o que quer da sua vida e isso não é para  aqui chamado, mas ainda que só leia os títulos que acompanham as fotos (caso contrário, muitas das vezes nem sabia de quem estavam a falar), tenho vindo a reparar numa situação que muito me deixa intrigada:

Os "famosos" portugueses só podem ser extraterrestres ou detentores de poderes especiais!!! Então de que outra forma é que se justifica que estas pessoas tenham sempre relações conjugais e/ou divórcios muito respeitosos e felizes; e, melhor, que tenham sempre gravidezes e bebés muito serenos e tranquilos.

Olha a porra!! Então não há drama, gritos e puxões de cabelos?! (que seca )?!

E bebés chorões, chatinhos até mais não, cheios de baba e com ranhoca nas narinas?! Também não?!

Ou eles são seres divinos ou definitivamente nós, ilustres desconhecidos, é que temos pouca sorte. 

 

Talvez seja eu que estou a mandar bitaites sobre o que não conheço. Talvez...

Sinto-me: invejosa
acompanhamento musical: When will I be famous - Bros
redigido por Marafadinha às 09:54
link do post | opinar | opiniões dos marafados (11) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

Not again!

"Voltei, voltei. Voltei de lá. Ainda ontem estava em ....... e agora já estou cá"

 

Ah pois é! Ainda não desisti deste blogue. É  verdade.

Estou de volta de umas férias relâmpago. E que férias! Vacances dignas de uma narração por parte do Artur Albarran, à mistura com o senhor que dá voz aos programas do National Geographic:  viagem, drama, sexo, vídeo, alegria, horror, macacadas, gargalhadas, mais drama quando eles queriam mais sexo...  cenas da vida real.

(E não poderia ser de outra forma ou não estaríamos a falar da minha vida). 

 

De facto, desta vez  foram mesmo férias (ainda que atribuladas), mas a verdade é que nestes últimos anos passo metade do tempo com a mala às costas. Ainda ponderei virar camionista, tal é a quilometragem que já tenho em cima, mas mais valia ser sócia da Brisa ou de uma qualquer estação de serviço (encontro-me disponível a propostas).

Mas como nem tudo é festarola, eis que o drama (dos outros, ainda por cima) insiste em estragar a paz e o descanso do casalinho de pombos. Assim, lá regresso eu ao trabalho com umas trombas de meter medo (o que acontece com alguma frequência, admito), pois ultimamente há sempre alguém que me corta o repouso de beleza.

Pois bem meus amigos, vou já avisando que nas próximas férias vou partir por aquela estrada (por onde um dia cheguei a sorrir), sem olhar para atrás. Portanto, quem  tiver que adoecer ou sofrer de alguma drama pessoal que o faça !!! É que eu já não aguento a voz do Albarran com tanta narração dramática, quero mais wild life, please.

 

Sinto-me:
redigido por Marafadinha às 10:35
link do post | opinar | opiniões dos marafados (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Marafadices recentes

. the comeback 2

. Companheirismo feminino

. Mais uma ausência, mais u...

. O verdadeiro efeito "Axe"

. "conversa da treta"

. Mariquices

. Eu juro que só queria fal...

. Mais do mesmo

. Ai as neuras dela

. Ora bolas, Sr. Canário

.Caixinha das MaRaFaDiCeS

. Janeiro 2013

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.tags

. todas as tags

.Visitas Marafadas

Real Estate
Contador gratuito

.Marafados Online

blogs SAPO

.subscrever feeds